Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Vereador Roger Ney quer o fim dos canudinhos de plástico

Vereador Roger Ney quer o fim dos canudinhos de plástico

Publicado em 14/06/2018.
Projeto do parlamentar pretende estabelecer o uso de canudos de papel biodegradável ou reciclável
Vereador Roger Ney quer o fim dos canudinhos de plástico

Foto: Assessoria de Imprensa

A preocupação para com a preservação do meio ambiente tem pautado a maioria das ações do vereador Roger Ney (Progressistas) na Câmara Municipal. E esta semana o parlamentar encaminhou mais uma proposta do tipo ecologicamente correta. Está protocolado no Legislativo projeto de lei pelo qual o vereador propõe a “obrigatoriedade de fornecimento aos seus clientes, pelos restaurantes, lanchonetes, bares e similares, barracas de praia e vendedores ambulantes, de canudos de papel biodegradável e/ou reciclável individualmente e embalados com material semelhante”, no município de Pelotas.

Na proposta, o vereador reafirma a obrigatoriedade de substituição de todos os canudos disponíveis ao consumidor por materiais biodegradáveis no prazo de até seis meses a partir da publicação da lei proposta pelo projeto. O descumprimento ao disposto na lei de ideia do parlamentar sujeitará os infratores à multa equivalente a entrega de uma tonelada de ração animal – cães ou cavalos – ao Canil Municipal. A reincidência dobrará a penalidade.

O foco da nossa preocupação é a saúde, do meio ambiente e, por conseguinte, da população. Canudos plásticos contêm produtos químicos capazes de provocar diversos problemas, como câncer de mama, de próstata, diabetes, doenças cardíacas e vários outros comprometimentos à saúde da população”, salienta o vereador.

Ainda na sua justificativa, Roger Ney defende o uso do papel biodegradável por ser esse de fácil e natural decomposição. “São materiais substituíveis, que podem ser reutilizados, sem causar nenhum dano à saúde ambiental e da população”, conclui.

Caso aprovada e sancionada, pela lei proposta por Roger Ney, Pelotas será uma das primeiras cidades do país a implantar a ecológica medida. No Rio de Janeiro a Câmara aprovou recentemente projeto semelhante.

HISTÓRICO – Dentre as marcas já registradas pelo vereador progressista em favor do meio ambiente constam a Lei 6234/2015, a qual torna obrigatório que novos prédios públicos no município de Pelotas possuam sistema de aproveitamento de água da chuva; 6292/2015, que também torna obrigatório que novos prédios públicos, também em Pelotas possuam sistema de capacitação de energia solar. A Lei 6517/2017 incentiva o uso de tijolos ecológicos na construção de imóveis.

Texto: Assessoria de Imprensa - vereador Roger Ney (Progressista)


Redes sociais

Facebook  Twitter  Youtube  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

TV Câmara

Atendimento ao Cidadão

Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

Leis e Processo Legislativo

Licitacon

Fique por dentro da rotina