Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Vereador Marcus Cunha lamenta morte de líder do Barro Duro e reitera iluminação da estrada

Vereador Marcus Cunha lamenta morte de líder do Barro Duro e reitera iluminação da estrada

Publicado em 08/08/2018.
Valdir das Figueiras era conhecido por se preocupar com a causa ambiental
Vereador Marcus Cunha lamenta morte de líder do Barro Duro e reitera iluminação da estrada

Foto: Assessoria da Câmara - Lenise Slawski

O vereador Marcus Cunha (PDT) solicitou moção de pesar à presidência do Legislativo, a ser enviada à família do líder comunitário do Balneário dos Prazeres, Valdir Oliveira, conhecido como Valdir das Figueiras, atropelado na avenida Adolfo Fetter, entre o segundo trevo do Balneário Santo Antônio e a entrada do Barro Duro.

“Esta foi mais uma morte na estrada que o próprio seu Valdir tanto lutou para que tivesse iluminação pública, mas cujos apelos não foram ouvidos pelo governo”, disse o vereador.

Em seu discurso, Marcus Cunha lembrou das audiências realizadas na Câmara, a pedido dos moradores do Laranjal, para denunciar os problemas do bairro, às quais o líder comunitário sempre se fazia presente. O parlamentar citou emenda parlamentar obtida pelo ex-vereador Tenente Bruno, para iluminação da entrada do Barro Duro e que acabou sendo utilizada para a Praça Aratiba.

“Seu Valdir também participou do ato que reivindicou melhorias e iluminação na entrada do Barro Duro depois do acidente em que morreu a jovem Stephanie Oliveira”, afirmou Marcus Cunha. Apesar da mobilização, as promessas do governo não foram cumpridas.

O parlamentar fez um apelo ao líder do governo, Fabrício Tavares, “em nome da memória de seu Valdir, para que sensibilize as autoridades na recuperação da estrada e sua iluminação, porque a demora está criando inúmeras vítimas desnecessárias”.

Lutador – No último sábado, em visita ao Balneário dos Prazeres para atender a pedido de moradores, Marcus Cunha esteve na orla da praia, onde viu mudas de árvores plantadas por seu Valdir. “Ele tinha uma grande preocupação em recuperar as figueiras destruídas ao longo do tempo”, recordou o vereador. “Desde a década de 80, quando era professor do Colégio João XXIII, seu Valdir já me procurava com reivindicações do Barro Duro, sempre preocupado com as questões ambientais”.

Texto: Assessoria de Imprensa - vereador Marcus Cunha (PDT)

Acompanhe o pronunciamento do vereador na Sessão Ordinária dessa quarta-feira 

Redes sociais

Facebook  Twitter  Youtube  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

TV Câmara

Atendimento ao Cidadão

Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

Leis e Processo Legislativo

Licitacon

Fique por dentro da rotina