Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Secretária da Saúde nega irregularidades no SAMU

Secretária da Saúde nega irregularidades no SAMU

Publicado em 12/07/2018.
Ana Costa declarou na Câmara que não há falta de controle no uso de combustíveis no Samu e que secretaria apura fatos relatados na imprensa
Secretária da Saúde nega irregularidades no SAMU

Foto: Assessoria de Comunicação Câmara | Lenise Slawski

Ao comparecer no dia 12 diante da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores, a secretária municipal Ana Costa confirmou ter recebido denúncia sobre possíveis irregularidades apontadas por reportagens veiculadas em jornais e emissoras de tevê no início da semana, mas que levantamento feito pelos técnicos da Secretaria Municipal de Saúde apontaram não haver aumento dos gastos de combustível e sindicância instaurada ainda não encontrou conduta consideradas temerárias. Na próxima semana a Comissão de Saúde deverá manter sua apuração própria dos fatos ouvindo os depoimentos do ex-coordenador do Serviço de Atendimeto Móvel de Urgência (Samu) Marcelo da Rosa e do ex-responsável pela frota, Pablo Gularte.

A secretária confirmou ter recebido em março por parte do coordenador do Samu informações sobre uma denúncia anônima apontando possíveis fraudes no abastecimento de viaturas, especialmente sobre uma ambulância que estaria fora de ação e teria sido filmada em um posto de gasolina sendo abastecida pelo coordenador da frota. “Entendi que a resposta ia de acordo com a conduta administrativa do Samu”, revelou Ana Costa. Ainda conforme a secretária, apesar de não estar em condições de transportar pacientes, a ambulância podia e estava sendo usada para transportar peças, recolher macas e outros serviços.

Ana Costa ainda afirmou ter voltado a se reunir com Gularte para discutir a aceleração do processo de instalação dos rastreadores nas viaturas da secretaria de Saúde e do Samu. “A gente tem 59 dos 70 veículos rastreados e foi solicitado mais dez aparelhos para acelerar a instalação nas ambulâncias do Samu”, contou.

Após levar o caso até a prefeita Paula Mascarenhas (PSDB) a secretária disse ter decidido abrir uma sindicância interna para apurar os fatos e, exonerado o chefe da frota do Samu. Ele ocupava a função desde o final de 2017 em um cargo de confiança (CC) por indicação de Ana Costa.

CONTROLE E DIÁRIAS – O presidente da Comissão de Saúde, Marcos Ferreira, o Marcola (PT) questionou a secretária sobre as formas de controle do uso de combustível pela frota do Samu e sobre a fonte dos dados e planilhas apresentadas à comissão para justificar a falta de indícios de irregularidades.

A secretária informou que a única forma de controle são os relatórios emitidos pelo Banrisul que administra os cartões de abastecimento e que as planilhas comparativas apresentadas ontem foram elaboradas pelos técnicos da secretaria de Planejamento.

“Temos então uma falha pois não temos uma planilha interna e contamos apenas com os dados da empresa que vende ou paga o combustível para fiscalizar o processo”, avaliou Marcola.

O vereador ainda questionou a secretária sobre as denúncias feitas por motoristas que apontam para o pagamento indevido de diárias e deficiências na fiscalização das viagens realizadas pelas equipes da secretaria. Ana Costa rejeitou a hipótese de pagamento irregular de diárias e disse que o controle das viagens está sendo qualificado.

Outro ponto levantado por Marcola diz respeito a troca de motores entre ambulâncias fazendo com que um veículo esteja rodando com o motor de outro irregularmente. A secretária confirmou ter tomado conhecimento do fato há poucos dias e atribuiu isso a necessidade de manter a caminhonete nas ruas e a burocracia necessária para sua regularização.

“A secretária apresentou sua versão, os servidores também. Agora vamos ouvir aqueles que estavam no controle dos processos administrativos que podem ter apresentado problemas, creio que estamos fazendo bem nosso papel de fiscalizadores do Executivo e ao final poderemos dar um parecer completo sobre tudo e decidir quais medidas tomar”, disse Marcola.

Texto: Assessoria de Imprensa - vereador Marcos Ferreira (PT)

Redes sociais

Facebook  Twitter  Youtube  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

TV Câmara

Atendimento ao Cidadão

Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

Leis e Processo Legislativo

Licitacon

Fique por dentro da rotina