Você está aqui: Página Inicial Imprensa Ricardo Santos avisa à população: multas contra superpopulação do PS continuam valendo
Ações do documento

Ricardo Santos avisa à população: multas contra superpopulação do PS continuam valendo

Ricardo Santos avisa à população: multas contra superpopulação do PS continuam valendo

Ricardo Santos: população deve levar denúncias ao MP

 

 

    O vereador Ricardo Santos (PDT) pediu à população que se mantenha firme nas denúncias ao Ministério Público em Pelotas, em casos de superlotação do Pronto Socorro, especialmente quando não forem feitas transferências de pacientes que necessitem de internação em hospital geral no prazo de 72 horas, ou em leito de UTI em 48 horas, a partir de orientação do médico do PS. Segundo o vereador, as multas são no valor de R$ 10 mil por paciente, a cada dia, para a Prefeitura de Pelotas, no descumprimento da exigência legal.

    “As denúncias sobre casos de pacientes que necessitavam de internação e permaneciam no Pronto Socorro por dias e dias iniciaram na CPI da Saúde, realizada nesta Casa e levadas ao Ministério Público. A princípio, o valor imposto ao município foi de R$ 50 mil por paciente/dia, mas depois, caiu para R$ 10 mil. Mas as multas continuam sendo aplicadas desde que a população apresente as denúncias”, afirmou o parlamentar.

    Ricardo Santos recebeu o apoio do colega de partido, Marcus Cunha (PDT), que também denunciou, em discurso na tribuna, que, de outubro de 2013 a julho de 2014, a Prefeitura não realizou o repasse de R$ 4,5 milhões para o setor de traumatologia da Santa Casa de Pelotas, contraindo uma dívida “que impede o hospital de colocar mais leitos à disposição da população, com mais médicos, enfermeiros e toda a infraestrutura necessária para seu atendimento”. “Todos sabemos do drama vivido pela traumatologia em Pelotas: os pacientes esperam meses por uma cirurgia. Idosos têm agravamento de outras doenças por causa do tempo de espera por uma cirurgia.”

    Cortes - Marcus Cunha também recebeu a informação de que a Prefeitura vai cortar mais recursos dos hospitais. “Somente da Santa Casa serão R$ 180 mil.” O vereador salienta que fez emendas ao orçamento do município, nos dois últimos anos, para que o governo tenha à disposição mais R$ 10 milhões por ano para a saúde pública, sem precisar remanejar de outras áreas.

    “Faço um apelo público ao prefeito para que coloque em dia os recursos aos hospitais. Quando me encontro com a secretária (Arita Bergmann), ela é muito gentil, me oferece cafezinho, mas não resolve. No mês seguinte são os mesmos problemas.”

ANO DE 2017
O que você espera de 2017?

Votos: 1135 Resultado
Mais enquetes
Agenda
« Janeiro 2018 »
Do Se Te Qu Qu Se Sa
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
 

Ferramentas Pessoais