Você está aqui: Página Inicial Imprensa Caso Falconi ainda repercute no Parlamento
Ações do documento

Caso Falconi ainda repercute no Parlamento

Vereador Marcola quer saber sobre a devolução dos valores já gastos com a consultoria

Caso Falconi ainda repercute no Parlamento

Na tribuna, Marcola pede o ressarcimento dos valores gastos com a Falconi

 

Na semana passada a ação civil ajuizada pelo Ministério Público, que resultou em suspensão através de liminar do contrato com a Falconi, foi julgada procedente. A sentença anulou o termo de prestação de serviços entre prefeitura e consultoria. O processo teve a participação da Câmara Municipal, já que a denúncia foi protocolada na promotoria pelos vereadores Marcos Ferreira - Marcola (PT) e Marcus Cunha (PDT),  a partir das irregularidades identificadas pela casa legislativa.

 Além das questões consideradas ilegais, como a falta de licitação e de notório saber na área, a insatisfação da comunidade escolar demonstrada nas audiências realizadas pelo Legislativo, também serviu como justificativa para o cancelamento do contrato.

O vereador Marcos Ferreira, disse na sessão representativa dessa terça-feira (27), que vai continuar acompanhando o caso, já que segundo ele, “do total de mais de 2 milhões de reais, temos informações de que já foram pagos para a empresa, quase 1 milhão”. Por esse motivo, o parlamentar encaminhou pedido de informação para saber “quais as medidas que o Executivo vai tomar”, para que seja feita a devolução dos valores que já foram gastos com a Falconi. “Se o serviço não vai ser prestado, a Prefeitura deve ser ressarcida para que os recursos voltem aos cofres públicos”, concluiu.

 

 

                                                   Cristiane Müller, assessoria de comunicação

 

 

ANO DE 2017
O que você espera de 2017?

Votos: 1135 Resultado
Mais enquetes
Agenda
« Janeiro 2018 »
Do Se Te Qu Qu Se Sa
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
 

Ferramentas Pessoais