Você está aqui: Página Inicial Imprensa Câmara e UFPel querem explicações da Prefeitura sobre projeto do Museu da Cidade
Ações do documento

Câmara e UFPel querem explicações da Prefeitura sobre projeto do Museu da Cidade

Secretário de Cultura convidado a comparecer nesta quarta, às 11h

 

 

     O Legislativo e os integrantes dos cursos de Museologia e Conservação e Restauro da Universidade Federal de Pelotas querem ouvir do secretário de Cultura, Giorgio Ronna, as explicações sobre a contratação da empresa Texto e Imagem Ltda., de São Paulo, para a elaboração do projeto técnico executivo de implantação do Museu da Cidade, avaliado em mais de R$ 500 mil, a serem pagos pelo PAC Cidades Históricas do governo federal. Ronna foi convidado a comparecer nesta quarta-feira, 11/02, às 11h no plenário da Câmara.

    O convite foi assinado pelos vereadores Marcos Ferreira, Marcola (PT), Ivan Duarte (PT) e Ricardo Santos (PDT), logo após reunião com representantes dos cursos da UFPel, entre eles, o coordenador do Curso de Museologia, Diego Ribeiro, para quem o mais preocupante é “a falta de transparência com que foi anunciado esse contrato e o valor anunciado, muito elevado para elaborar o projeto”.

    Não é só isso. Segundo os professores, a própria Prefeitura pediu ajuda aos docentes de Museologia para a criação da Lei do Museu da Cidade, e eles, durante um ano e meio se debruçaram sobre o material. Agora, afirmam, foram surpreendidos pela notícia de que a socióloga pernambucana, Isa Ferraz, vem realizar o trabalho que é de competência de museólogos, quando o próprio governo municipal tem dois museólogos em seu quadro funcional.

     Ao mesmo tempo em que aprovaram a vinda do secretário Giorgio Ronna, os vereadores aprovaram pedido de informações de Ivan Duarte, que preside a Comissão de Cultura, Ricardo Santos, presidente da Comissão de Educação, e Marcola, da Comissão de Constituição e Justiça. Eles querem saber: se houve processo licitatório para contratar a Texto e Imagem Ltda.; em caso afirmativo, pedem cópia do processo; se não houve, cópia da motivação da dispensa de licitação.

     Pedem também cópia das propostas constantes do pré-projeto apresentado pela empresa e que foram encaminhados ao PAC Cidades Históricas para financiamento. A Prefeitura também deve enviar cópia do contrato administrativo assinado com a empresa. No pedido, os vereadores questionam se a Texto e Imagem Ltda. possui museólogo registrado, e, em caso positivo, querem cópia dos registros dos respectivos profissionais e cópia do registro da empresa.








ANO DE 2017
O que você espera de 2017?

Votos: 1135 Resultado
Mais enquetes
Agenda
« Janeiro 2018 »
Do Se Te Qu Qu Se Sa
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
 

Ferramentas Pessoais